Histórico

Antes mesmo da existência de legislação sindical e da criação oficial de Sindicatos no Brasil, os profissionais da contabilidade de Curitiba já viam a necessidade de se manterem unidos e organizados. Em agosto de 1923 foi criado o Grêmio dos Guarda-Livros do Paraná, que teve sua primeira reunião realizada nas dependências do antigo Britânia Esporte Clube. O nome não foi bem aceito pela categoria e em dezembro daquele ano foi trocado para União dos Guarda-Livros do Paraná. O primeiro presidente foi José Nogueira dos Santos.

Em 1931, no governo Getúlio Vargas, foi criada a primeira legislação sindical do país e os primeiros sindicatos propriamente ditos e os contabilistas se enquadraram nas novas normas legais quando era presidente Avelino Lopes. Em 1942 o nome mudou para Sindicato dos Contabilistas do Paraná e, com o crescimento das representações por todo o interior e abertura de novos sindicatos, em 1986, abrindo mão de parte da sua base territorial para fortalecer a classe contábil e contribuir para a criação de outras entidades, recebeu a denominação atual de Sindicato dos Contabilistas de Curitiba – Sicontiba.

O Sicontiba foi pioneiro no sindicalismo brasileiro ao assinar com a FIEP o primeiro acordo coletivo de trabalho do país e foi precursor na ideia de um sindicato ter representante no Conselho Municipal de Contribuintes de Curitiba.

Há poucos registros disponíveis sobre as atividades do Sindicato entre 1932 e 1936, entre 1939 e 1951 e entre 1954 e 1968.

O Sicontiba contribuiu diretamente para a criação de algumas entidades, a exemplo da Federação dos Contabilistas do Estado do Paraná, da Academia de Ciências Contábeis do Paraná, do Sescap-PR, tendo inclusive sido uma das entidades que expressamente reivindicou a regulamentação da profissão dos profissionais da contabilidade, sendo que em 27 de maio de 1.946 a profissão foi enfim regulamentada via Decreto-Lei de nº. 9.295, criando-se o Conselho Federal de Contabilidade, definindo as atribuições do contador e estipulando outras providências. No mesmo ano o Sicontiba coordenou a instalação e contribuiu diretamente para a constituição do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná, auxiliando na eleição do primeiro presidente.

O sonho da sede própria, que existia desde 1923, só foi concretizado em março de 1989 na gestão de Gilberto Nassif, quando foi adquirido um imóvel na Avenida Senador Souza Naves nº. 381.

Logo a seguir, na administração de Irineu Zanuzzo, em junho 1995 foi adquirida a chácara em Colombo, que se transformou num clube e que é a sede campestre do Sicontiba, sendo um local apropriado para os associados realizarem os seus eventos e se confraternizarem, gozando do lazer essencial para uma vida equilibrada. Em uma justa homenagem do Sicontiba, em nome da classe contábil de Curitiba e Região, sob a presidência de Pedro Hugo Catossi, em 2016 a sede campestre foi batizada pelo nome “Irineu Zanuzzo”, saudoso ex-presidente do Sindicato, que foi um exemplo de profissional que tanto lutou pela classe contábil.

Em 2006 o Sicontiba finalmente conseguiu a aprovação de um espaço dentro da prefeitura, a tão desejada sala dos contabilistas, a qual foi inaugurada em março daquele ano, estando disponível até os dias de hoje para toda a classe, sendo o Sicontiba pioneiro nesta iniciativa, influenciando outras cidades e capitais

Essas são algumas das várias iniciativas que geraram um crescimento e aglutinação dos profissionais da contabilidade em torno do seu sindicato, crescendo de maneira expressiva a participação.

Ao longo de mais de nove décadas de história a entidade superou dificuldades e se reinventou várias vezes para poder prosseguir sua caminhada.

A partir de 2014, na gestão sob a presidência de Pedro Hugo Catossi houve inovações, visando transformar o Sicontiba para melhor, aproveitando as experiências de sucesso passadas e buscando inovar em diversas frentes estratégicas, sempre buscando a defesa e valorização dos profissionais da contabilidade de Curitiba e região. Exemplo de iniciativa foi a extinção da verba de representação da presidência e a criação da ouvidoria do SICONTIBA.

Sob a gestão do Presidente Pedro Hugo Catossi, foi criado em abril de 2016, de modo inovador e pioneiro, o portal da transparência do Sicontiba, sendo uma página virtual online da entidade que traz informações importantes sobre o caixa do sindicato, atividades desenvolvidas, demonstrações contábeis e outros dados e fatos, como a história, o estatuto e toda a relação de contatos do Sicontiba. A consulta é pública para quem quiser ver, seja contabilista, seja qualquer cidadão.

Após muito trabalho e esforço para tornar o sonho em realidade, sob a gestão 2017/2019 com a presidência de Pedro Hugo Catossi, no dia 17 de janeiro de 2017 iniciou-se a construção da nova casa do contabilista, tendo sua conclusão no mês de julho de 2017, sendo uma sede moderna e belíssima, inaugurada em 18 de agosto de 2017.

O Sicontiba tem a missão principal de defender os interesses dos profissionais da contabilidade na qualidade de profissionais liberais e empregados em escritórios de contabilidade, auditoria, perícia contábil e demais empresas em geral, além de proporcionar estudos, cursos, coordenação, valorização, defesa, proteção e representação legal dos mesmos, reivindicando melhorias junto aos diversos órgãos públicos, propondo projetos, firmando contratos coletivos de trabalho, e colaborando com os poderes públicos no estudo e na solução dos problemas que se relacionam com a categoria que representa.

Trata-se de um Sindicato com 94 anos de existência, o qual tem uma linda história de conquistas, parcerias com entidades e diversas lutas por mais valorização e defesa dos interesses dos profissionais da contabilidade, que atualmente sob sua representação abrange aproximadamente 14 mil profissionais, distribuídos em 29 cidades (Curitiba e Região), conforme a base territorial registrada no Ministério do Trabalho e Emprego.

© 2015 Sicontiba - Sindicato dos Contabilistas de Curitiba e Região